Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

Normas Técnicas_anexo B

Por Arthur Henrique guimarães. Criada em 23/12/11 00:01. Atualizada em 13/06/12 13:51.

Anexo B - Especificações dos materiais de uma rede local

 

Observação : As especificações a seguir possuem itens identificados pelo símbolo asterisco (*) que devem ser quantificados com o valor ou característica previsto no projeto para que possa ser uma especificação válida.

B.1 Material de Infra-estrutura

B.1.1 Eletrodutos

B.1.2 Eletrocalhas

B.1.3 Gabinete

       Descrição: Gabinete fechado composto de quatro colunas verticais, com teto, base, tampos laterais e traseiro removíveis em chapa de aço e porta frontal em acrílico com fecho e chave. Utilizado para instalação de painéis de conexão e equipamentos.

       Características técnicas:

  • Estrutura soldada composta de quatro colunas verticais com quadro no teto e na base; laterais e tampo traseiro removíveis em chapa de aço e porta frontal em acrílico transparente com fecho e chave em concordância com a norma IEC3-D;
  • (*) Profundidade útil mínima de 470 mm;
  • Colunas laterais em "L" com furação para instalação de porca "gaiola" (primeiro plano de fixação) deslizante, permitindo ajuste de profundidade do plano;
  • Opção para instalação de segundo plano de fixação;
  • Largura compatível com padrão IEC de 19 polegadas ( 482,6 mm);
  • (*) Altura útil nominal de 12 a 44 UA ( unidade de altura ) e furação para fixação de equipamentos e acessórios através de porcas "gaiola" M5;
  • Tampos laterais com venezianas para ventilação;
  • (*) Quatro pés com niveladores embutidos na opção de instalação no piso;
  • (*) Teto "chapéu" para gabinetes com altura superior a 34 UA;
  • (*) Moldura basculante com dobradiça no caso de instalação em parede;
  • Colunas verticais e quadros, tampos inferior e superior em aço SAE 1010/1020 com espessura mínima na bitola 16 AWG, e tampos laterais e traseiro em aço SAE 1010/1020 com bitola mínima de 18 AWG;

Todo o conjunto com acabamento em pintura epóxi ou similar nas cores preto, cinza ou bege.

B.1.4 Rack (gabinete aberto)

      Descrição: Gabinete aberto composto de duas colunas verticais com perfis em "U ", base de sustentação e coluna superior e com coluna extra na lateral esquerda, servindo como passa cabos verticais. Utilizado para instalação de painéis de conexão e equipamentos em salas de acesso restrito, em concordância com IEC/EIA 310-D.

      Características técnicas:

  • Conjunto composto de duas colunas verticais em "U", com tampo superior e base de de sustentação em concordância com a norma IEC - 310-D;
  • Largura compatível com padrão IEC de 19 polegadas ( 482,6 mm);
  • (*) Altura útil nominal de 40 UA ( unidade de altura ) e furação para fixação de equipamentos e acessórios através de porcas "gaiola" M5;
  • Colunas verticais em "U" e tampo superior em aço SAE 1010/1020 com espessura mínima na bitola 14 AWG, base de sustentação em aço SAE 1010/1020 com espessura mínima de 11 AWG; todo o conjunto com acabamento em pintura epóxi ou similar;
  • Coluna extra instalada na lateral esquerda do rack com espaçadores simetricamente distribuídos na vertical, servindo como passa-cabos verticais;
  • Base de sustentação com quatro furos para instalação direta no piso acabado;

Fornecimento de quatro parafusos com buchas S8 para instalação da base.

B.1.5 Bracket

      Descrição: Suporte de fixação do tipo bracket para instalação de paineis de conexão e equipamentos em superfícies verticais por meio de buchas de fixação.

      Características técnicas:

  • Largura compatível com padrão IEC de 19 polegadas (482,6mm);
  • Profundidade útil de, no mínimo, 350 mm;
  • Altura útil mínima de 6 UA ( unidade de altura ) e furação para fixação de equipamentos e acessórios através de porcas "gaiola" M5;
  • Corpo de sustentação metálico em aço SAE 1010/1020, com espessura mínima na bitola 18 AWG, com acabamento em pintura epóxi ou similar;
  • Preferencialmente dotado de dobradiça em uma das laterais para facilitar a montagem de painéis;

Furação para parafusos de fixação na parte traseira da estrutura e fornecimento de quatro parafusos com buchas S8.

B.1.6 Organizador horizontal para cabos

       Descrição: Organizador horizontal para cabos de 1 UA.

       Características técnicas:

  • Largura compatível com padrão IEC de 19 polegadas (482,6mm);
  • Altura máxima de 1 UA ( unidade de altura ) e furação para fixação de equipamentos e acessórios através de parafusos/porcas "gaiola" M5;
  • Corpo de sustentação metálico em aço SAE 1010/1020, com espessura mínima na bitola 18 AWG, com acabamento em pintura epóxi ou similar;
  • Dotado de no mínimo 5 anéis simetricamente distribuídos ao longo de seu comprimento para passagem dos cabos, com excelente acabamento, de forma a não ocasionar danos aos cabos de manobra;
  • Fornecimento dos quatro parafusos M5 x 15 e quatro porcas "gaiola" M5 para instalação.

« Índice

B.2 Material de cabeamento

B.2.1 Cabo de manobra (patch cord)

      Descrição: Cabo de manobra com um metro de extensão, confeccionado com cabo de par- trançado extra flexível, categoria 5e (enhaced) com dois plugs RJ45 montados nas extremidades; utilizado para interconexão de painéis e/ou equipamentos.

      Características técnicas:

  • Conjunto formado por um cabo UTP extra flexível com condutores multifiliar (stranded), impedância de 100 ohms, bitola 24 AWG e dois plugs RJ45 8P/8C montados;
  • (*) Comprimento do cabo: 1 metro;
  • Codificação de pinagem em concordância com T568-A;
  • Cabo UTP composto de condutores multifilar ( 7 x 0,20 mm ) com elevada vida útil em relação à fadiga de curvatura; especialmente desenvolvido para utilização como patch cord;
  • Especificações em conformidade com TIA/EIA 568-A seção 10.5;
  • Compatibilidade do conjunto: TIA/EIA 568-A categoria 5e e ISO 11801;
  • Conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior, na faixa de frequência até 100 MHz, de no mínimo 3 dB em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A e testado a 350MHz;
  • Contatos dos plugs RJ45 8P/8C revestidos em ouro sobre níquel, com espessura mínima de 50 micro- polegadas e compatibilidade com as especificações IEC 603-7 e TIA/EIA 568-A TSB40A;
  • Capa protetora sob o plug RJ45 para manipulação do cordão que permita o reforço mecânico entre o ponto de travamento do cabo e o plug, evitando o afrouxamento da conexão, bem como ultrapassar o raio de curvatura mínimo;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2z, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Capa externa na cor verde;
  • Resistência de longa duração à corrosão por umidade, temperaturas extremas e fatores ambientais;
  • Testado eletronicamente, após a fabricação, em todos os parâmetros da TIA/EIA 568-A;
  • Identificação numérica sequencial nas duas pontas do cabo;
  • Classificação FCC 68 sub- parte F;
  • Listado como UL CMR.

    B.2.2 Cabo de estação (station cord)

      Descrição:Cabo de estação com três metros de extensão, confeccionado com cabo de par- trançado extra flexível, categoria 5e (enhaced) com dois plugs RJ45 montados nas extremidades; utilizado para a interconexão de dispositivos eletrônicos na Área de Trabalho.

      Características técnicas:

  • Conjunto formado por um cabo UTP extra flexível com condutores multifiliar (stranded), impedância de 100 ohms, bitola 24 AWG e dois plugs RJ45 8P/8C montados;
  • (*) Comprimento do cabo: 3 metros;
  • Codificação de pinagem em concordância com T568-A;
  • Cabo UTP composto de condutores multifilar ( 7 x 0,20 mm ), com elevada vida útil em relação à fadiga de curvatura; especialmente desenvolvido para utilização como station cable;
  • Especificações em conformidade com TIA/EIA 568-A seção 10.5;
  • Compatibilidade do conjunto: TIA/EIA 568-A categoria 5e e ISO 11801; conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior na faixa de frequência até 100 MHz de, no mínimo, 3 dB em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A e testado a 350MHz;
  • Contatos dos plugs RJ45 8P/8C revestidos em ouro sobre níquel, com espessura mínima de 50 micro- polegadas e compatibilidade com as especificações;
  • IEC 603-7 e TIA/EIA 568-A TSB40A;
  • Capa protetora sob o plug RJ45 para manipulação do cordão que permita o reforço mecânico entre o ponto de travamento do cabo e o plug, evitando o afrouxamento da conexão, bem como ultrapassar o raio de curvatura mínimo;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2z, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • (*) Capa externa na cor cinza ou branco;
  • Resistência de longa duração à corrosão por umidade, temperaturas extremas e fatores ambientais;
  • Testado eletronicamente, após a fabricação, em todos os parâmetros da TIA/EIA 568-A;
  • Classificação FCC 68 sub- parte F;
  • Listado como UL CMR.

    B.2.3 Painel de conexão (patch panel)

      Descrição: Painel de conexão com capacidade de 24 conectores RJ45, dimensões para instalação no padrão 19 polegadas e altura útil de uma UA. Compatibilidade total com TIA/EIA 568-A categoria 5e Power Sum Next.Utilizado para a terminação de cabos UTP rígidos ou flexíveis nos Armários de Telecomunicações.

      Características técnicas:

  • Painel com capacidade para 24 conectores RJ45 8P/8C;
  • Dimensões: largura padrão IEC 19 polegadas e altura máxima de 1 UA;
  • Codificação de pinagem em concordância com T568-A;
  • Sistema de terminação através de método de inserção rápido, tipo IDC 110, para condutores sólidos de 22 a 26 AWG ou similar que garanta o destrançamento máximo de 13 mm;
  • Terminação reutilizável para, no mínimo, 50 reconexões;
  • Compatibilidade do conjunto: TIA/EIA 568-A categoria 5e e ISO 11801;
  • Conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior na faixa de frequência até 100 MHz de, no mínimo, 3 dB em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A e testado a 350 MHz;
  • Contatos dos conectores RJ45 8P/8C revestidos em ouro sobre níquel, com espessura mínima de 50 micro- polegadas e compatibilidade com a especificação IEC 603-7;
  • Conector RJ45 8P/8C com os seguintes indíces de desempenho: PSNEXT mínimo de 40 dB, atenuação máxima de 0,4dB, perda de retorno mínima de 18 dB, atraso de propagação máximo de 2,5 ns e delay skew máximo de 1,25 ns;
  • Corpo de sustentação do conjunto com acabamento em pintura epóxi ou similar;
  • Régua ou placa para a identificação individual de cada conector RJ45;
  • Suporte ou sistema de fixação traseira dos cabos;
  • Identificação dos pares T568-A na parte traseira, para a terminação dos cabos;
  • Numeração sequencial esquerda-direita de 1 a 24 das portas RJ45;
  • Área para a identificação do painel (à esquerda ou direita);
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2ab, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Resistência de longa duração para o conector RJ45 8 vias à corrosão por umidade, temperaturas extremas e fatores ambientais;

Testado eletronicamente, após a fabricação, em todos os parâmetros da TIA/EIA 568-A;

B.2.4 Painel de conexão reduzido (mini patch panel)

       Descrição:Painel de conexão reduzido com capacidade máxima de 12 conectores RJ45, terminação IDC 110 e dimensões para instalação que atendam ao padrão "89D". Compatibilidade total com TIA/EIA 568-A categoria 5e Power Sum Next.Utilizado para a terminação de cabos UTP rígidos ou flexíveis nos Armários ou em pontos de baixa concentração.

        Características técnicas:

  • Painel com capacidade máxima para 12 conectores RJ45 8P/8C;
  • Dimensões que atendam à instalação em brackets padrão "89D"
  • Codificação de pinagem em concordância com T568-A;
  • Sistema de terminação através de método de inserção rápido, tipo IDC 110, para condutores sólidos de 22 a 26 AWG ou similar que garanta o destrançamento máximo de 13 mm;
  • Terminação reutilizável para, no mínimo 50, reconexões;
  • Compatibilidade do conjunto: TIA/EIA 568-A categoria 5e e ISO 11801;
  • Conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior na faixa de frequência até 100 MHz, de no mínimo 3 dB, em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A e testado a 350 MHz;
  • Contatos dos conectores RJ45 8P/8C revestidos em ouro sobre níquel, com espessura mínima de 50 micro- polegadas e compatibilidade com a especificação IEC 603-7;
  • Conector RJ45 8P/8C com os seguintes indíces de desempenho: PSNEXT mínimo de 40 dB, atenuação máxima de 0,4dB, perda de retorno mínima de 18 dB, atraso de propagação máximo de 2,5 ns e delay skew máximo de 1,25 ns;
  • Corpo de sustentação do conjunto com acabamento em pintura epóxi ou similar;
  • Régua ou placa para a identificação individual de cada conector RJ45;
  • Suporte ou sistema de fixação traseira dos cabos;
  • Identificação dos pares T568-A na parte traseira, para a terminação dos cabos;
  • Numeração sequencial vertical de 1 a 12 para as portas RJ45;
  • Área para a identificação do painel (à esquerda ou direita);
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2ab, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Resistência de longa duração para o conector RJ45 8 vias à corrosão por umidade, temperaturas extremas e fatores ambientais;

Testado eletronicamente, após a fabricação, em todos os parâmetros da TIA/EIA 568-A.

B.2.5 Tomada de estação ( para implementar um ponto de telecomunicações )

      Descrição: Conjunto formado por uma caixa de superfície 5 x 3 polegadas, espelho e no mínimo um conector RJ45 8P/8C. O espelho deverá ter capacidade para a instalação de, no mínimo, mais um conector RJ45 . Compatibilidade total com TIA/EIA 568-A categoria 5e Power Sum Next. Utilizada para interligar dispositivos eletrônicos na Área de Trabalho.

     Característigas técnicas: Caixa de superfície produzida em material plástico na dimensão 5 x 3 polegad!s (127 76 mm) e profundidade mínima 2,25 polega$as (57 mm), com aberturas pré- configuradas para tubulações excelente acabamento. Projetada manter os cabos UTP ou fibra óptica o raio curvatura dentro das especificações mínimas;>

  • A caixa de superfície deverá possuir, além de aberturas pré-configuradas nas quatro laterais, capacidade de instalação dos cabos pela parte traseira;
  • (*) Espelho de superfície com um conector RJ45 8P/8C e capacidade mínima para a instalação adicional de mais um conector RJ45 8P/8C;
  • (*) O conjunto deverá possuir suporte a conectores ópticos tipo ST ou SC, através da inserção de sub-módulo apropriado junto ao espelho;
  • Espelho com módulo "cego" instalados nos espaços destinados aos conectores RJ45 não instalados;
  • Codificação de pinagem do conector RJ45 em concordância com T568-A;
  • Sistema de terminação através de método de inserção rápido, tipo IDC 110, para condutores sólidos de 22 a 26 AWG ou similar que garanta o destrançamento máximo de 13 mm;
  • Terminação reutilizável para, no mínimo, 50 reconexões;
  • Compatibilidade do conjunto: TIA/EIA 568-A categoria 5e e ISO 11801;
  • Conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior na faixa de frequência até 100 MHz de, no mínimo, 3 dB em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A e testado a 350 MHz;
  • Contatos dos conectores RJ45 8P/8C revestidos em ouro sobre níquel, com espessura mínima de 50 micro- polegadas e compatibilidade com a especificação IEC 603-7;
  • Conector RJ45 8P/8C com os seguintes indíces de desempenho: PSNEXT mínimo de 40 dB, atenuação máxima de 0,4dB, perda de retorno mínima de 18 dB, atraso de propagação máximo de 2,5 ns e delay skew máximo de 1,25 ns;
  • Espaço para a identificação individual de cada conector RJ45;
  • Suporte ou sistema de fixação da caixa em superfície vertical ( parede );
  • Identificação dos pares T568-A na parte traseira para a terminação dos cabos;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2ab, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Resistência de longa duração para o conector RJ45 8 vias à corrosão por umidade, temperaturas extremas e fatores ambientais;

Testado eletronicamente, após a fabricação, em todos os parâmetros da TIA/EIA 568-A .

B.2.6 Conector RJ45 para espelho ("tomada" RJ45)

     Descrição:Conector RJ45 8P/8C acoplado a um sistema de terminação IDC 110 ou similar para instalação em espelhos na áreas de trabalho. Compatibilidade total com TIA/EIA 568-A categoria 5e Power Sum Next. Utilizado para expansões em Áreas de Trabalho que já possuem instalada uma caixa de superfície e espelho.

      Características técnicas:

  • Codificação de pinagem em concordância com T568-A;
  • Sistema de terminação através de método de inserção rápido, tipo IDC 110, para condutores sólidos de 22 a 26 AWG ou similar que garanta o destrançamento máximo de 13 mm;
  • Terminação reutilizável para, no mínimo, 50 reconexões;
  • Compatibilidade do conjunto: TIA/EIA 568-A categoria 5e e ISO 11801;
  • Conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior na faixa de frequência até 100 MHz de, no mínimo, 3 dB em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A e testado a 350 MHz;
  • Contatos dos conectores RJ45 8P/8C em ouro sobre níquel, com espessura mínima de 50 micro- polegadas e compatibilidade com a especificação IEC 603-7;
  • Conector RJ45 8P/8C com os seguintes indíces de desempenho: PSNEXT mínimo de 40 dB, atenuação máxima de 0,4dB, perda de retorno mínima de 18 dB, atraso de propagação máximo de 2,5 ns e delay skew máximo de 1,25 ns;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2ab, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Resistência de longa duração para o conector RJ45 8 vias à corrosão por umidade, temperaturas extremas e fatores ambientais;
  • Testado eletronicamente, após a fabricação, em todos os parâmetros da TIA/EIA 568-A;

Identificação dos pares T568-A na parte traseira do conector para a terminação do cabo, facilitando a instalação e evitando erros de montagem da pinagem.

B.2.7 Tomadas múltiplas ( para implementar cabeamento por zonas TSB-75)

      Descrição: Conjunto formado por uma caixa de superfície com 6 ou 12 conectores RJ45 8P/8C instalados e sistema de terminação IDC 110, com compatibilidade total com TIA/EIA 568-A categoria 5e Power Sum Next. Utilizado para instalações que utilizem a técnica de cabeamento por zona, especificada pela TIA/EIA 568-A TSB-75.

     Características técnicas:

  • (*) Caixa de superfície produzida em material plástico com dimensões compatíveis para a instalação de 6 ou 12 conectores RJ45 8P/8C e projetada para manter os cabos UTP ou de fibra óptica com o raio de curvatura dentro das especificações mínimas impostas pela TIA/EIA 568-A . Deverá ainda estar em concordância com a prática de cabeamento por zona, especificada na TIA/EIA 568-A TSB-75;
  • Capacidade de manter sobra nos cabos, conforme orientação da TIA/EIA 568-A;
  • Suporte a conector de fibra óptica ST ou SC pela substituição do submódulo;
  • Espelho de superfície com 6 ou 12 conectores RJ45 8P/8C instalados;
  • Codificação de pinagem do conector RJ45 em concordância com T568-A;
  • Sistema de terminação através de método de inserção rápido, tipo IDC 110, para condutores sólidos de 22 a 26 AWG ou similar que garanta o destrançamento máximo de 13 mm;
  • Terminação reutilizável para, no mínimo, 50 reconexões;
  • Compatibilidade do conjunto: TIA/EIA 568-A categoria 5e e ISO 11801;
  • Conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior na faixa de frequência até 100 MHz de, no mínimo, 3 dB em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A e testado a 350 MHz;
  • Contatos dos conectores RJ45 8P/8C revestidos em ouro sobre níquel, com espessura mínima de 50 micro- polegadas e compatibilidade com a especificação IEC 603-7;
  • Conector RJ45 8P/8C com os seguintes indíces de desempenho: PSNEXT mínimo de 40 dB, atenuação máxima de 0,4dB, perda de retorno mínima de 18 dB, atraso de propagação máximo de 2,5 ns e delay skew máximo de 1,25 ns;
  • Espaço para a identificação individual de cada conector RJ45;
  • Suporte ou sistema de fixação da caixa em superfície vertical ( parede );
  • Identificação dos pares T568-A na parte traseira para a terminação dos cabos;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2ab, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Resistência de longa duração para o conector RJ45 8 vias à corrosão por umidade, temperaturas extremas e fatores ambientais;

Testado eletronicamente, após a fabricação, em todos os parâmetros da TIA/EIA 568-A.

B.2.8 Cabo de par-trançado ( cabo UTP )

     Descrição: Cabo de pares trançados não blindado com quatro pares de fio rígido bitola 24 AWG (0,50 mm ) e impedância 100 ohms e compatibilidade total com TIA/EIA 568-A categoria 5e Power Sum Next.

     Características técnicas:

  • Cabo de par-trançado não blindado com quatro pares de fio rígido bitola 22 (preferencialmente ) ou 24 AWG e impedância nominal de 100 ohms;
  • As cores da capa do isolante de cada fio deverá atender às especificações TIA/EIA/568-A;
  • Conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A Power Sum Next e desempenho superior na faixa de frequência até 100 MHz de, no mínimo, 6 dB em relação à curva de referência da TIA/EIA 568-A sendo o valor mínimo a 100 MHz de 35,3 dB ( par a par) e 32,3 dB (Power Sum);
  • ELFEXT (par a par) valor mínimo a 100 MHz: 23,8 dB e 20,8 dB (Power Sum);
  • Enhanced PS-ACR ( Power Sum Attenuation Crosstalk Ratio ) isto é, excede a especificação da TIA/EIA 568-A em, no mínimo, 6 dB para toda faixa de frequência até 100 MHz.
  • SRL ( Structural Return Loss ) excede as especificações da TIA/EIA 568-A em, no mínimo, 3 dB para toda a faixa de frequencia até 100 MHz sendo a perda de retorno a 100 MHz máximo de 17,1 dB;
  • Delay Skew menor que 45 ns/100 m na faixa de 1 - 100 MHz;
  • Atraso máximo de propagação a 100 MHz: menor que 570 ns/100 m;
  • Atenuação uniforme nas temperaturas de 40 e 60 graus centígrados, em conformidade com TIA/EIA 568-A sendo o valor máximo de 22 dB a 100 MHz;
  • Concordância com os requisitos elétricos e mecânicos da TIA/EIA 568-A;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2ab, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Capa externa não progante à chama nas cores: azul ( preferencialmente ), verde ou cinza;
  • Testado eletronicamente após a fabricação, em todos os parâmetros elétricos previstos na TIA/EIA 568-A;
  • Certificação NEC CM ou CMX;

Fabricante do produto com certificação ISO 9000 e 9001.

B.2.9 Cabo de fibra óptica multimodo para utilização interna

      Descrição: Cabo de fibra óptica multimodo 62,5/125 micrômetros com dois pares e construção do tipo tigth buffer breakout para uso interno às edificações, em conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A e ISO 11801 e classificação OFNR.

      Características técnicas:

  • Cabo de fibra óptica multimodo 62,5/125 micrômetros, índice gradual, totalmente dielétrico, contendo quatro fibras;
  • Compatibilidade com os requisitos ópticos da norma ANSI/TIA/EIA-492AAAA;
  • Concordância com os requisitos ópticos especificados pela norma IEC 793-2 tipo A1b, exceto os ítens especificados neste documento;
  • Construção tipo tigth constituída por quatro fibras agrupadas em unidades básicas, com identificação por meio de cores na capa externa;
  • O cabo deverá proporcionar fácil conectorização, ou seja, ser aderente ao modelo breakout , com o conector óptico podendo ser instalado diretamente no cabo, sem a necessidade de bloqueios ópticos ou de fanout kits;
  • LI>Revestimento primário de acrilato com 250 micrômetros de espessura e secundário de poliamida ou PVC com 900 micrômetros de espessura;
  • Sobre o revestimento secundário são colocados elementos de tração de fios sintéticos (kevlar ou aramida) e capa externa de material termoplástico, não inflamável;
  • Atenuação máxima: 3,0 dB a 850 nm e 1,0 dB a 1.300 nm;
  • Banda passante mínima: 200 MHz/Km a 850 nm e 500 MHz/Km a 1.300 nm;
  • Dispersão cromática zero na faixa de 1.295 a 1.365 nm;
  • Dispersion slope não deverá exceder a 0,110 ps/nm2-Km entre 1.295 a 1.348 nm;
  • Abertura númerica: 0,275;
  • Concentricidade do revestimento primário mínimo: 0,70;
  • Cor da capa externa: preferencialmente laranja ou amarela, com marcação externa de metragem, em intervalos regulares não superiores a 10 metros, tipo do cabo e fabricante;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2z, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Especificações mecânicas e ambientais em concordância com ANSI/TIA/EIA0472CAAA;
  • Resistência a tração maior que 0,70 GN/m2;
  • Testes mecânicos e ambientais em conformidade com TIA/EIA 455 e/ou Telebrás SPT 235 ou outras aplicáveis ao produto ofertado;
  • Listado como UL-OFNR, ou seja, cabo retardante à chama, totalmente dielétrico para utilização em cabeamento vertical;
  • O fabricante deverá possuir certificação ISO 9000 e/ou 9001;
  • O comprimento nominal solicitado deverá estar contido em uma única bobina ou carretel, em que ambas as pontas deverão estar fácilmente acessíveis para ensaios;

     Garantia de 10 anos contra defeitos de fabricação.

B.2.10  Cabo de fibra óptica monomodo para utilização interna

       Descrição: Cabo de fibra óptica monomodo 9/125 micrômetros com dois pares e construção do tipo tigth buffer breakout para uso interno às edificações, em conformidade com o padrão TIA/EIA 568-A e ISO 11801 e classificação OFNR.

      Características técnicas:

  • Cabo de fibra óptica monomodo 9/125 micrômetros matched clad, totalmente dielétrico, contendo quatro fibras;
  • Compatibilidade com os requisitos ópticos das normas ANSI/TIA/EIA-492CAAA e IEC 793-2 tipo A1b e ITU-T G. 652, exceto os ítens especificados neste documento;
  • Construção tipo tigth constituída por quatro fibras agrupadas em unidades básicas com identificação por meio de cores na capa externa;
  • O cabo deverá proporcionar fácil conectorização, ou seja, ser aderente ao modelo breakout , com o conector óptico podendo ser instalado diretamente no cabo, sem a necessidade de bloqueios ópticos ou de fanout kits;
  • Revestimento primário de acrilato com 250 micrômetros de espessura e secundário de poliamida ou PVC com 900 micrômetros de espessura;
  • Sobre o revestimento secundário são colocados elementos de tração de fios sintéticos (kevlar ou aramida) e capa externa de material termoplástico, não inflamável;
  • Atenuação máxima: 1,0 dB nos comprimentos de 1.310 e 1. 550 nm;
  • Dispersão cromática em concordância com as faixas admissíveis das especificações ITU-T G.957 e T 1.646;
  • Cut-off wavelength deverá estar abaixo do comprimento de 1. 270 nm quando medido de acordo com ANSI/TIA/EIA-455-170, ou 1.280 nm quando medido de acordo com IEC 793-1;
  • Cor da capa externa: preferencialmente laranja ou amarela com marcação externa de metragem, em intervalos regulares não superiores a 10 metros, tipo do cabo e fabricante;
  • Conformidade com os padrões de rede local: IEEE 802.3/802.3u/803.2z, IEEE 802.12, ATM FORUM UNI 3.1/4.0/phy -046 e ANSI X3T9.5/X3T9.3;
  • Especificações mecânicas e ambientais em concordância com ANSI/ICEA S-83-596 e IEC 794-2;
  • Resistência a tração maior que 0,70 GN/m2;
  • Testes mecânicos e ambientais em conformidade com TIA/EIA 455 e/ou Telebrás SPT 235 ou outras aplicáveis ao produto ofertado;
  • Listado como UL-OFNR, ou seja, cabo retardante à chama, totalmente dielétrico para utilização em cabeamento vertical;
  • O fabricante deverá possuir certificação ISO 9000 e/ou 9001;
  • O comprimento nominal solicitado deverá estar contido em uma única bobina ou carretel, em que ambas as pontas deverão estar fácilmente acessíveis para ensaios;
  • Garantia de 10 anos contra defeitos de fabricação.

« Índice

B.3 Equipamentos de Rede Local

B.3.1 Placa de Rede

B.3.2 HUB

B.3.3 Ethernet Switch

Para fazer comentários ou sugestões a respeito desta norma envie um e-mail para .

 

 

Fonte da Norma: Centro de Computação Eletrônica da Universidade de São Paulo (CCE-USP)


Listar Todas Voltar